sábado, outubro 13

AuTRan

"En su llama mortal la luz te envuelve.
Absorta, pálida doliente, así situada
contra las viejas hélices del crepúsculo
que en torno a ti da vueltas." ----- Pablo Neruda.

Um comentário:

Marilda disse...

Ednice,
Paulo e Pablo, ambos especiais, ambos representantes de uma época de ouro que se finda. Junto com eles - e com Mário Lago,
Raul Cortez, Drummond e tantos
outros, vai-se a delicadeza, a
força e o orgulho de fazer bem feito, a humildade não servil de incansáveis trabalhadores em seu ofício. De Pablo, tenho uma relíquia: a publicação chilena que Salvador Allende mandou publicar, homenageando o amigo por ter ganho o prêmio Nobel. A história de como consegui essa jóia, em plena ditadura chilena, é muito forte dentro de mim. De Paulo, a mais bela lembrança: o seu vigoroso Dom Quixote de La Mancha, com Bibi Ferreira como Dulcinéa e Grande Otelo como Sancho Pança.
Inesquecível!
Por essas e outras é que a vida vale muito a pena.
Bjs
Marilda