quarta-feira, março 30

Outdoor

Saindo para almoçar, passo em uma grande avenida da cidade e vejo o outdoor com uma frase, ao fundo uma foto de um carro belíssimo: "Carol, a fila anda. Eu estou fazendo mais sucesso do que o carro aí de cima. Beto." Fiquei pensando na Carol. Coitada! E na coragem do Beto em alardear para a cidade inteira - pelo menos a parte que transita por ali - sua dolce revanche. Pode ser que Beto não esteja bem, pode ser que Carol esteja. É mais provável que Carol esteja péssima e Beto melhor do que coube as palavras no outdoor.

Fiquei pensando na vida. Não nas filas, mas nas voltas que a vida nos dá. Passamos a vida inteira planejando formas de dá um jeito na vida, quando na verdade é ela que vai dando voltas e nos dando um jeito. De tanto jeito que nos dá, a gente termina um belo dia com o jeito da vida.

Depois disso, a gente começa a pensar no jeito que vai dá à vida que nos fez tomar esse jeito. E de jeito em jeito, a gente toma jeito, a vida toma forma.

E como tudo que se escreve já foi dito por alguém, nada melhor que a poesia do velho e bom Chico Buarque.


3 comentários:

Regina disse...

Ótimo Ed! Ás vezes só sobra um que jeito, não?
beijo

Anônimo disse...

O difícil é parar e olhar ao redor. Tentar apreender que jeito que a vida tá dando. Difícil, mas a melhor forma de estar em paz com o que a vida dá.
Obrigada pelas palavras.
Abraço,
Eva.

AllArts disse...

Didiiiiiiiiiiiiii aminha vida não dá jeito de jeito nenhummmmmmmmm
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.... vc sempre nos levando a pensar na vida né? literalmente vc errou de profissão rsssss. Bjsssssss